LEIA TAMBÉM

25 de outubro de 2018

Comerciante que matou sua família a facadas é condenado a 78 anos de prisão, em Brejo Santo

(Reprodução)
Na última quarta-feira (24), o comerciante Sebastião Pereira Leite, de 73 anos, conhecido como Dão leite, sentou no banco dos réus para ser julgado em Ação Penal de Competência do Júri por triplo homicídio, no Cine teatro, em Brejo Santo.

No dia 7 de fevereiro de 2001, Dão Leite matou a golpes de faca, sua esposa Alda Maria Campos Leite, de 49 anos, a filha Aline Campos Leite de 9 anos, e o Filho Alex Campos Leite, de apenas 4 anos. Na época do crime o mesmo fugiu e só foi preso 12 anos depois em sua distribuidora de bebidas em Goiânia (GO) após tentar aposentadoria junto ao INSS. O triplo homicídio causou grande repercussão em todo o estado do Ceará e, supostamente, teria sido motivado por questões de ciúmes.

A sessão ordinária do Tribunal do Júri lotou o auditório do Cine Teatro, e terminou por volta as 17h após um dia inteiro de debates entre defesa e acusação. Ao final, Dão Leite terminou condenado a 78 anos de prisão, sendo 24 pelo assassinato da mulher e mais 27 anos para cada um dos filhos.

Com informações do Site Miséria

Tecnologia do Blogger.