LEIA TAMBÉM

4 de maio de 2017

Estado do Ceará investiga caso suspeito de febre amarela

Estado registrou um total de quatro casos notificados da infecção, dos quais três já foram descartados (Reprodução)
Um caso suspeito de febre amarela está em investigação no Ceará. A informação faz parte do mais recente monitoramento do Ministério da Saúde sobre a doença em todo o Brasil, com dados de janeiro até o dia 27 abril deste ano. De acordo com o documento, divulgado na última semana, neste período, o Estado registrou um total de quatro casos notificados da infecção, dos quais três já foram descartados. Segundo o boletim, neste ano, há 715 ocorrências confirmadas da doença em seis estados brasileiros.

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) informou que não conseguiria fornecer detalhes sobre o caso investigado em tempo hábil para publicação. Não foram repassadas informações sobre o município de partiu a notificação, nem sobre o paciente com suspeita da doença. Também não foi possível entrevistar representantes do órgão.

No último dia 28 de abril, o órgão emitiu nota técnica com orientações a respeito da vacinação contra a febre amarela. O Ceará é considerado pelo Ministério da Saúde uma área sem recomendação da vacina, por não se tratar de região endêmica. Apenas pessoas que planejam viajar a estados com risco para a doença devem receber a imunização.

ATUALIZAÇÃO: A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) informou que o caso suspeito de febre amarela, divulgado no último boletim de Monitoramento dos Casos e Óbitos de Febre Amarela no Brasil, do Ministério da Saúde, foi descartado. A investigação sobre o paciente cearense foi feita e encerrada no dia 30 de março de 2017, conforme a pasta estadual.

Com Diário do Nordeste


Tecnologia do Blogger.