LEIA TAMBÉM

5 de maio de 2015

Recursos transferidos pelo Bolsa Família em Milagres têm aumento de 319,10%, em 10 anos

Em 2014, o FPM foi menor do que o dinheiro transferido para o Bolsa Família
Os números são impressionantes. Em 2014, a soma de recursos transferidos pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) e pelo Bolsa Família (R$ 15.495.902,62) aos beneficiários das duas ações do governo federal no município de Milagres representou 119,76 % do valor transferido pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM) (R$ 12.939.588,99), repassado à Prefeitura local.

Ou seja, em 2014 entrou mais dinheiro no município pelos programas sociais do Governo Federal do que pelo FPM da Prefeitura. E, de 2004 a 2014, a soma de recursos transferidos pelo Programa Bolsa Família teve aumento de 319,10 % no município.

Esses são alguns dados do Relatório Brasil Sem Miséria do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), datado de fevereiro de 2015, disponível na internet.

De junho de 2011 (início do Plano Brasil Sem Miséria) a janeiro de 2015, houve aumento de 6,72% no total de famílias beneficiárias no Bolsa Família em Milagres.

Ainda segundo o documento, 91,67 % das crianças e jovens de 6 a 17 anos do Bolsa Família tinham acompanhamento de frequência escolar. A média nacional é de 92,03 %. O município, portanto, estava abaixo da média quando do fechamento do relatório. Já na área da saúde, o acompanhamento chegava a 97,45 % das famílias com perfil, ou seja, aquelas com crianças de até 7 anos e/ou com gestantes. A média nacional é de 73,44 %. Neste caso, o município estava acima da média.

Outros dois dados do relatório merecem destaque. O primeiro é que a demanda identificada no meio rural do município, conforme informações do Cadastro Único, é de 1.587 famílias sem acesso a água.

Enquanto isso, de janeiro de 2012 a dezembro de 2014, foram efetuadas 392 matrículas em cursos ofertados pelo Pronatec Brasil Sem Miséria no município.

Saiba como acessar o blog em seu celular.
Curta nossa página no Facebook.
Siga o Blog do Ribamar Xavier no Twitter.

Tecnologia do Blogger.