LEIA TAMBÉM

15 de abril de 2015

Sessão tensa na Câmara de Barbalha; oposição chama prefeito de ditador e pé de chinelo

Câmara viveu sessão tensa com forte presença de servidores municipais (Foto: Diário do Cariri)
A sessão ordinária da Câmara Municipal de Barbalha foi tensa e conturbada na última segunda-feira (13). Presentes na galeria, funcionários municipais se manifestaram com aplausos e vaias a cada uso da palavra pelos parlamentares.

Com o clima quente, vereadores da oposição taxaram o prefeito José Leite (PT) de 'ditador', 'pé-de-chinelo' e 'que não tem diálogo com os servidores', segundo publicou o Diário do Cariri.

O vereador Rildo Teles criticou a administração por ter em contas bancárias mais de R$ 10 milhões e que, enquanto o dinheiro está no banco, à saúde pública do município está cheia de problemas e reclamações de populares.

Já Dorivan Amaro dos Santos disse que os recursos depositados em contas bancárias no valor de R$ 10 milhões não são exclusivos para a saúde. O parlamentar chegou a repudiar as vaias nas galerias.

Quando a ala situacionista se posicionou favorável ao projeto encaminhado pelo prefeito José Leite, concedendo reajuste de 10% para os servidores públicos da saúde e de outras categorias, a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Barbalha (SINDMUB), Jaqueline Filgueira, no uso da tribuna popular, convidou todos os profissionais da saúde a se retirarem das galerias dizendo que 'era uma palhaçada da Câmara'. A expressão causou revolta entre os parlamentares.

Ao final da sessão, tanto o projeto de lei que concede 10% de reajuste aos servidores públicos da saúde e de outras categorias como o que concede 53% de aumento salarial aos Agentes de Saúde e de Endemias foram aprovados por unanimidade.

Saiba como acessar o blog em seu celular.
Curta nossa página no Facebook.
Siga o Blog do Ribamar Xavier no Twitter.

Tecnologia do Blogger.