LEIA TAMBÉM

31 de março de 2015

Servidores da Educação e Saúde entram em greve em Jardim

Servidores municipais de Jardim paralisaram suas atividades (Foto: Madson Vagner)
A prática de greves no Cariri está virando um fato cada vez mais normal e corriqueiro. Depois de Juazeiro do Norte, Milagres e Barro, foi a vez dos servidores municipais de Jardim paralisarem suas atividades. Educação e Saúde já cruzaram os braços e outras categorias prometem seguir o mesmo caminho.

Entre as propostas dos servidores está a criação de EPIs para algumas categorias, redução da carga horária dos professores e reajuste de 13,01% para o magistério. Depois de encontros e desencontros, a Prefeitura admitiu os 13,01% aos professores. O problema é que para as outras categorias o reajuste é zero.

Nesta segunda-feira (30), aconteceu uma grande manifestação em frente à Prefeitura. Ministério Público e Câmara Municipal já foram comunicados que o Sindicato promete parar a cidade.

Com Miséria

Tecnologia do Blogger.